sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

VENCEU A FÉ E O CARÁTER !

Esta sexta-feira, 21.12.2012 tornou-se histórica para os Ex Funcionários da extinta Caixego. O auditório Costa Lima na Assembléia Legislativa do Estado de Goiás, foi palco de celebrações ecumênicas e comemorações pela a ANISTIA concedida pelo o Governador Marconi Perillo a todos os ex funcionários da Caixego. A reunião foi recheada de momentos emocionantes, dentre eles, o momento em que o presidente da ARC, Antonio Alencar Filho e o Deputado Estadual, Humberto Aidar, saudaram os presentes, e nosso companheiro Silvino e seu Grupo musical entoaram os versos de Caetano Veloso:"DIGA ESPELHO MEU, SE HÁ NA AVENIDA ALGUÉM MAIS FELIZ QUE EU " e formou-se um coral com mais centenas de vozes e as lágrimas escorrendo pela nossas faces. Esta reunião foi dividida em três momentos distintos. 1º) Momento - Apresentação de Silvino e seu grupo musical que brilhantemente nos presenteou com belíssimas cancões de nossa MPB. 2º) Momento - Alencar convidou o Sr. Cleomar, kardecista, o Pastor Jovan Almeida, protestante e Humberto Aidar, como representante católico para conduzirem um culto ecumênico.Na oportunidade todos estes representantes expuseram a fé em Deus, e de formas emocionantes nos conduziram à reflexão da graça que Deus nos concedeu. Destacando a oração que o Deputado Aidar fez com fundo musical orquestrado por Silvino e grupo, que com certeza emocionou a todos os presentes e novamente foi impossível conter as lágrimas de felicidade.
3º) Momento - Nosso Presidente Antonio Alencar Filho fez um relato breve de todas as pedreiras que teve de quebrar para chegar a este resultado histórico que é o reconhecimento oficial de nossa Anistia. Foi bastante categórico com relação a afirmar que a lei é para todos, porém a ARC é nossa representante jurídica junto ao Estado de Goiás e que "possivelmente" na segunda quinzena de Janeiro de 2013, estarão aptos a atender aos ex funcionários não filiados a nossa Associação. Afirmou também que agora é esperar que a lei seja promulgada pelo o Governador Marconi Perillo e publicada no Diário Oficial. Os próximos passos serão determinados pelo o Governador, mas com certeza, com a participação da ARC, através de seu presidente.
O Auditório Costa Lima não comportou o número de associados, familiares que estiveram presentes.
Ex Funcionárias, Valneide, Christiane, Flávia e Maria das Graças.
Rivadávia e Alencar
Marivone e Alencar

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

C O N V O C A Ç Ã O

Convocamos a todos os companheiros e companheiras para uma reunião extraordinária que se realizará no dia 21/12/2012, no Auditório Costa Lima da Assembleia Legislativa do Estado de Goiás, às 14h30min. A principal pauta da reunião será uma celebração em honra e agradecimento ao nosso criador, o Grande Artífice dessa gloriosa caminhada! Contamos com a presença de todos os associados e seus familiares. ARC-Associação de Resgate e Cidadania do Estado de Goiás Antônio Alencar Filho Presidente

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Assembleia aprova em definitivo anistia de ex-servidores da Caixego

O Plenário da Assembleia Legislativa aprovou durante a sessão ordinária desta terça-feira, 18, projeto de lei que concede anistia aos ex-servidores da Caixego. A matéria foi aprovada por unanimidade, em segunda votação. O texto agora segue para sanção do governador Marconi Perillo (PSDB). O projeto nº 4.667/12 dispõe sobre a execução do artigo 38, do ato das Disposições Transitórias da Constituição Estadual, para conceder anistia aos ex-servidores. Além de atingir os servidores da Caixego, a matéria estende o benefício aos servidores de outros órgãos que foram prejudicados por motivação política. O texto recebeu aprovação unânime do Plenário. Conforme reza o projeto, serão beneficiados com a anistia 1.235 ex-servidores da Caixego, gerando um impacto financeiro mensal de R$ 3.760.574,51. O impacto financeiro previsto para o ano de 2013 é da ordem de R$ 30.235.019,06. Serão anistiados servidores públicos estaduais e empregados da administração pública, autárquica e fundacional, bem como empregados de empresas públicas e sociedades de economia mista do Estado, que, a partir da promulgação da Constituição, tenham sido punidos ou demitidos em decorrência de motivação exclusivamente política. A Caixego foi extinta em 31 de dezembro de 1997. Esses servidores passarão a integrar o quadro transitório da Secretaria de Gestão e Planejamento. As determinações da lei serão implementadas em três exercícios ininterruptos, com o enquadramento de 34% dos demitidos no primeiro ano, 33% no segundo, e o restante no terceiro ano.

sábado, 15 de dezembro de 2012

Caixego Anistia gera impacto de R$ 3,7 milhões(Matéria publicada no Jornal O Popular)

O projeto de lei de anistia aos servidores da extinta Caixego, aprovado em primeira votação na Assembleia Legislativa na quarta-feira, vai gerar um impacto financeiro de pelo menos R$ 3,7 milhões por mês nos cofres do Estado. O projeto prevê a criação de 1.235 cargos transitórios na Secretaria de Gestão e Planejamento (Segplan) para abrigar os ex-funcionários do banco estatal, extinto em dezembro de 1997. A justificativa da matéria é de que os servidores ocupantes de cargo efetivo foram afastados dos quadros do Estado por motivação “exclusivamente política”. O governo estabeleceu no projeto um cronograma para convocar a totalidade dos beneficiados até 2014, em três etapas, convocando pelo menos 400 anistiados logo após sancionada a lei. O projeto também permite reduzir a convocação para duas fases, de acordo com o comprometimento da receita com a folha de pagamento. Os servidores reconduzidos aos cargos transitórios da Segplan ficarão disponíveis para serem reaproveitados em qualquer outro órgão da administração direta, autárquica e fundacional do Executivo e podem também serem deslocados para outros Poderes. Os beneficiados terão seus vencimentos fixados de acordo com o nível de escolaridade da época em que trabalhavam na Caixego. Os vencimentos são de R$ 1.043,67 para ensino fundamental, R$ 2.236,45 para nível médio e R$ 3.727,40 para cargo de nível superior. O projeto, aprovado por unanimidade na primeira votação em plenário, deve ir para votação definitiva na próxima semana.

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Plenário aprova projeto que anistia ex-servidores da Caixego em 1ª votação

O Plenário da Assembleia Legislativa aprovou em sessão extraordinária, na tarde desta quarta-feira, 12, três projetos de lei de autoria do Governo Estadual, dentre eles o que concede anistia aos ex-servidores da Caixego. Na oportunidade as matérias foram aprovadas em primeira votação e serão submetidas agora a votação definitiva nas próximas sessões. O projeto de nº 4.667/12, dispõe sobre a execução do artigo 38, do ato das Disposições Transitórias da Constituição Estadual, para conceder anistia aos ex-servidores. Além de atingir os servidores da Caixego, a matéria estende o benefício aos servidores de outros órgãos que foram prejudicados por motivação política. Recebeu aprovação unânime do plenário. Conforme reza o projeto, serão beneficiados com esta anistia 1.235 ex-servidores da Caixego, gerando um impacto financeiro mensal de R$ 3.760.574,51. O impacto financeiro previsto para o ano de 2013 é da ordem de R$ 30.235.019,06. Serão anistiados servidores públicos estaduais e empregados da administração pública, autárquica e fundacional, bem como aos empregados de empresas públicas e sociedades de economia mista do Estado, que, a partir da promulgação da Constituição, tenham sido punidos ou demitidos em decorrência de motivação exclusivamente política. A Caixego foi extinta em 31 de dezembro de 1997. Estes servidores passarão a integrar o quadro transitório da Secretaria de Gestão e Planejamento. As determinações da lei serão implementadas em três exercícios ininterruptos, com o enquadramento de 34% dos demitidos no primeiro ano, 33% no segundo e o restante no terceiro ano.