DIA DO TRABALHADOR

DIA DO TRABALHADOR
Há quase vinte anos atrás, um dia como este, para mim e a maioria dos meus companheiros de Caixego, significava apenas um dia a mais de folga, um dia a mais para ficar longe do nosso local de trabalho.
Naquela época, não sabíamos o que era o desemprego e que o nosso futuro estaria nas mãos de um playboy irresponsável, que através de uma ação vingativa e imoral, sentenciaria milhares de brasileiros e suas famílias a ter seus direitos todos usurpados, violados e jogados a própria sorte.Naquela época, eu não me preocupava com índices de desemprego porque tudo parecia tão longe de mim. Hoje eu faço parte da estatística.
E ao pertencer a este índice por quase duas décadas, aprendi a lutar. E ao me unir a pessoas, que como eu, buscam justiça, me tornei um elo de uma luta social e com isto aprendi o significado deste dia dedicado ao trabalhador.
Hoje, "ainda" sou uma fração do gráfico do desemprego no Brasil. Eu e tantos outros companheiros ainda continuamos injustiçados pela a barganha, pelo o jogo político. Mas este mesmo jogo político possui vias de duas mãos e em projeções de um futuro bem próximo, a nossa luta já esta na via de retorno e próxima a reta de chegada.
Quiças no dia primeiro de maio do ano vindouro, nós, os ex funcionários da extinta Caixego, já seremos "os anistiados da Caixego", deixando de sermos estatísticas para virarmos história de Goiás, onde mulheres e homens de bem, reescrevem os destinos de trabalhadores honestos e suas famílias resgatando-lhes a cidadania e a dignidade através do reconhecimento dos nossos direitos.
Marivone Figueiredo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

27 ANOS APÓS MASSACRE POLÍTICO

ANTONIO ALENCAR FILHO RECEBE O TÍTULO DE CIDADANIA GOIANIENSE

Estamos de volta !!!!