MARCONI APOIA ANISTIA DOS EX SERVIDORES DA CAIXEGO

Em reunião com ex-funcionários da Caixego, banco estadual fechado há 20 anos, o candidato ao governo pela coligação Goiás Quer Mais, senador Marconi Perillo (PSDB), disse que apoia emenda constitucional de anistia aos ex-servidores que tramita na Assembleia Legislativa. Declarou que atua ao lado da bancada de deputados para aprovar o projeto. “Se vocês, que já encontrei em muitas reuniões ao longo deste ano, continuam acreditando em mim, é porque sabem que não tenho duas palavras nem meia palavra. Sendo constitucional e legal, estou disposto a ajudá-los a colocar as coisas no seu devido lugar”, discursou.

Marconi defendeu o ex-governador Henrique Santillo, explicando que ele foi vítima de uma perseguição política que culminou no fechamento da Caixego. A reunião foi realizada na sexta-feira (6), no Jóquei Clube, em Goiânia. “Venho aqui como cidadão que, se não sofreu tanto quanto vocês há 20 anos, também sofreu muito. Eu era o braço direito de Henrique Santillo, um homem que morreu pobre”, disse.

De acordo com o tucano, Santillo – que era governador na época – sofreu perseguição política. “Aquele homem foi um dos mais injustiçados de Goiás e, lamentavelmente, o fechamento da Caixego se deu por perseguição política. Para acabar com ele, fecharam a Caixego e se esqueceram que por trás da Caixego havia milhares de pais de família que contavam com aquilo, inclusive muitos pais de família passaram fome”, declarou.

Marconi explicou que era deputado estadual e que estava com Santillo quando chegou a notícia da decretação do fechamento da Caixego. “Acolhi muitas famílias que passaram por esse problema. Eu me lembro que o senador Irapuan tentou reverter, ajudar o Santillo. Tinha muitas pessoas poderosas que queriam desmoralizá-lo”, acusoU


Abaixo a íntegra da lei que foi aprovada por unanimidade na Assmbléia Legislativa do Estado de Goiás em duas votações. Todos os deputados que estiveram presentes nas duas votações foram unanimes sem nenhum voto contra. Esta é a resposta de nossos políticos para aqueles que sem conhecimento da história recente de nosso estado, se posicionam contra.


4º O Ato das Disposições Constitucionais Transitórias da Constituição Estadual passa a vigorar acrescido do seguinte artigo:


“Art. 38. É concedida, nos termos da lei, anistia aos servidores públicos estaduais e aos empregados da administração pública estadual direta, autárquica e fundacional, bem como aos empregados de empresas públicas e sociedades de economia mista sob controle do Estado, que, a partir da promulgação desta Constituição, tenham sido punidos ou demitidos em decorrência de motivação exclusivamente política.

Parágrafo único. O disposto neste artigo somente gerará efeitos financeiros a partir da vigência da lei de que trata o caput, vedada a remuneração de qualquer espécie em caráter retroativo.”

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

27 ANOS APÓS MASSACRE POLÍTICO

3ª ETAPA - EM RUMO AOS RESGATES DEVIDOS !

Estamos de volta !!!!