quarta-feira, 15 de setembro de 2010

UMA BREVE REFLEXÃO


No último dia 10/09/10 eu, o Riva e o Luizinho, todos nós ex Caixego e companheiros de luta, estivemos presentes em uma reunião de apoio dos Servidores Públicos à candidatura do senador Marconi Perillo ao governo de nosso Estado de Goiás.
Uma vez mais a manifestação foi muito positiva, com uma multidão de servidores públicos que apresentaram ao candidato a governador, suas reivindicações através dos representantes do Sindicato desta categoria.
Porém, um grupo em específico, ornamentou a manifestação, com a garra peculiar destes defensores da anistia, do resgate da cidadania. Este grupo numeroso que triplicam com a determinação na alma, se espalham em todo o nosso Estado, empunhando a bandeira com o nome “ALENCAR 4552”, assim empunhando a própria história. Histórias que são semelhantes, em época e conteúdo.
Este grupo de guerreiros estão contagiando todo o Estado de Goiás, com a esperança, com o otimismo embalado por ideais nobres, por razões justas e reconhecidas por todos os parlamentares goianos através da lei de anistia que será regulamentada pelo o nosso futuro Governador, Marconi Perillo.
Este grupo são os cabos eleitorais mais diferenciados de toda a história política de Goiás porque a recompensa pelo o trabalho árduo não são cifras, não consiste em uma barganha. O trabalho nosso em prol da eleição do companheiro Alencar rumo a Câmara Federal, é diferenciado das demais candidaturas porque cada um doa o seu trabalho, a sua dedicação para a sua própria eleição. Esta eleição significa resgate de nossa dignidade, de nosso futuro que nos foi roubado no passado. A eleição do Alencar para Deputado Federal significa 20 anos de sofrimentos, de desolação, de covardia, de descaso. São 20 anos que foram surrupiados de homens e mulheres do bem. Famílias inteiras afetadas e desagregadas, mortes, vícios, enfim tiraram o nosso trabalho, a nossa segurança e deixaram o caos, sem medir a proporção do abandono à própria sorte. Porém não puderam roubar nossos sonhos, nossos ideais, nossa fé em Deus, nossas esperanças e aí nasceu destes valores natos a pessoas honradas, a nossa lei de anistia, arquitetada pelo o amigo e irmão Alencar e orquestrada por Deus.
Somos estes cabos eleitorais que empunham a bandeira de um homem honrado e honesto, com orgulho, com alegria, com garra e, sobretudo com a esperança estampadas nos olhos e no coração. A bandeira é “ALENCAR 4552”. A bandeira de nossa própria história.

Nenhum comentário:

Postar um comentário