COMUNICADO II

QUERIDOS IRMÃOS ASSOCIADOS, comunicamos a todos que devido ao movimento reivindicatório dos servidores da Educação que sobrecarregaram os trabalhos da Assembleia Legislativa, não foi possível realizarmos a nossa reunião na primeira quinzena como havia sido programado, mas, se Deus quiser, a realizaremos até o final deste mês.
Comunicamos ainda que na oportunidade serão entregues aos associados os Certificados do Curso de Atualização Profissional patrocinados pela ARC.


Continuem, portanto, a postos. A hora, mais do que nunca, é agora!

ARC - ASSOCIAÇÃO DE RESGATE E CIDADANIA
Antonio Alencar Filho
Presidente

Comentários

  1. Estado deve pagar diferenças salarias para ex-funcionários da Caixego
    25/jan/2012
    Texto: Mayara Oliveira (estagiária)

    O juiz da 3ª Vara da Fazenda Pública Estadual de Goiânia, Ari Ferreira de Queiroz, determinou que o Estado de Goiás pague diferenças salariais para ex-funcionários da Caixego no valor de R$ 59.896.314,90 em vencimentos atualizados até abril de 2006. O Poder Executivo entrou com embargos pedindo a não execução da sentença, alegando que o valor da dívida estava errado.

    Segundo os autos, o Estado apresentou um novo cálculo dos valores, mostrando uma diferença de R$ 30 milhões. O Poder Executivo alegou que o índice usado para a correção monetária não coincidia com o utilizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Além disso, os valores usados como base para o cálculo não corresponderiam aos das planilhas do próprio Estado.

    No total, 124 ex-funcionários reuniram documentos para comprovar os valores correspondentes de setembro de 1990 a julho de 1995. Individualmente, os autores da ação apresentaram declarações contendo a quantia dos proventos devidos e pagos, a diferença dos proventos, o valor devido, o 13º salário, o índice utilizado para comprovar a correção monetária, o valor corrigido, o percentural de juros acumulado, o valor dos juros e o total devido.

    O magistrado explicou que, baseado em amostras de cálculos de alguns ex-funcionários, poucas diferenças foram encontradas nos valores que cada um deveria receber. “Não há outra conclusão senão a de que os credores demostraram com segurança o acerto de suas pretensões, com base em planilhas detalhadas, ao contrário do Estado de Goiás que, primeiramente, praticamente nada alegou na petição inicial dos embargos, e mesmo quando o fez em momento posterior enfrentou as questões suscitadas”, disse.

    ResponderExcluir
  2. Esta ação somente diz respeito a 124 servidores da Extinta Caixego. São aqueles que continuaram trabalhando no Estado e não estão reivindicando a Anistia.

    ResponderExcluir
  3. Orlando Borsatto Junior15 de abril de 2012 22:02

    Não sou associado, por motivos financeiros, mas isso não me impede de manifestar meu pensamento. Torço muito por nós, e pela luta da ARC. Depois da greve dos professores, qual vai ser a nova desculpa para refazer essa injustiça que dura 22 anos? Votei no Alencar e depositei meu voto e minha confiança nos Exmo Sr. Governador Marconi Perilo. Minha parte e garanto a de todos ex colegas foram cumpridas. Chega de adiamentos.

    ResponderExcluir
  4. Junior...Você como qualquer outro ex funcionário da Caixego tem todo o direito de se manifestar...Sou testemunha da peregrinação do Alencar em busca da conclusão de nosso processo de anistia. Estou acompanhando de perto. Mas o Estado de Goiás esta passando por uma tormenta política, e em toda tempestade, se você não souber esperar a chuva passar, você acaba sendo levado pela a enxurrada. Será que é isto que merecemos, depois de tantos anos ? Ore a Deus, meu amigo e acredite no que buscamos. Um grande abraço
    Marivone

    ResponderExcluir
  5. Orlando Borsatto Junior20 de abril de 2012 22:54

    As tormentas politicas do nosso estado que nos pois no olho da rua. A chuva já dura 22 anos, já virou até cachoeira. Marivone gosto e admiro muito você mas, está na hora de termos algo de mais concreto. Se formos esperar o Governador resolver todos os problema do Estado e os seus, que agora são muitos, vamos ficar só na espera. É só ele cumprir com o que prometeu. Tenho certeza que DEUS está do nosso lado, mas os que fizeram de nos seu palanque politico, vai ter que prestar contas com ELE. Bjos.

    ResponderExcluir
  6. Amigo Junior...Ficar de braços cruzados, sequer contribuir com a Associação que luta pela a gente e ainda assim cobrar resultados, é muito fácil. Gostaria que por dia somente você acompanhasse o Alencar e os demais Diretores da ARC em peregrinações pelos os corredores da Assembléia Legislativa em busca da concretização da nossa anistia. Acho que se você fizesse este laboratório, não só se tornaria um associado, como também tentaria ajudar de alguma forma e com certeza esta coisa absurda de fazer palanque político entre nós, se vislumbraria para você como um caminho mais curto para conseguirmos a regulamentação de nossa lei de anistia. Se você quiser agendo para a próxima semana este acompanhamento seu junto a Diretoria. Você pode escolher o dia. Eles estão lá incansavelmente, de segunda a sexta-feira, e nos finais de semana, se preciso for. Aliás, sempre acontece de nos finais de semana, a turma se reunir para levar sanduíches ou fazer visitas no Hospital do Câncer ou em alguma creche. Se você quiser ser mais participativo, é só se incluir. Não precisa ser associado para isto.
    Um grande abraço

    Marivone

    ResponderExcluir
  7. Orlando Borsatto Junior21 de abril de 2012 22:12

    Infelizmente não tenho tempo para poder ajuda-los. Estou trabalhando em Anápolis e morando em Brasilia.Tentei por duas vezes me associar, na primeira vez propus que parcelassem para mil e me disserem que não era possível. Que eu teria que dar uma entrada de mais de R$-500,00 e um cheque pra 30 dia do restante. Na segunda nem me deram retorno. Se eu tivesse R$-1.000,00 disponível, certamente iria me fazer falta. Pois ganho muito pouco. Não me cobre dessa maneira. Rezo por nós todos os dias. Você não sabe da minha situação. Tenho direito a essa anistia como qualquer um de nossos ex colegas associados ou não. Continue a sua luta por nós. Abraço.

    ResponderExcluir
  8. Amigo Junior...
    Não estou te cobrando nada. Apenas respondi aos seus questionamentos quanto a espera pela a nossa anistia. Com certeza todos os ex funcionários serão beneficiados com esta conquista que será única e exclusivamente mérito dos exaustivos esforços da ARC, presidida pelo o Alencar, aliás se não fosse este companheiro nosso, incansável batalhador, esta esperança teria sido enterrada a 22 anos, como você mesmo disse. Não existe dentre, nós, ex funcionários, nenhum outro com tanta convicção, com tanta determinação e depreendimento, e sem esta garra emanada dele, jamais chegaríamos aonde estamos, ou seja, bem perto de obtermos nossa dignidade de volta.
    Para manter a ARC em suas atividades no dia a dia, existem despesas como aluguel, telefone, manutenção de equipamentos, enfim uma série de despesas que vencem todo mês, e a inadimplência dos associados é em torno de 50% e nem por isso a ARC, no momento esta admitindo novos associados, por estarem focados unica e exclusivamente no sucesso total desta trajetória. Nossos trabalhos são voluntários. Eu como a exemplo de você, ganho pouquíssimo, porque trabalho de free lancer em manutenção de computadores e designer gráfico, mas isto não me coloca na condição de espectadora, e pior, de juíza. Um grande abraço
    Marivone

    ResponderExcluir
  9. Marivone, fui admido na caixego em novembro de 1988, gostaria de saber a respeito da anistia, vou ser anistiado também?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por favor identifique-se para que eu possa respondê-lo(a). Faz parte das regras do Blog.
      um abraço

      Marivone

      Excluir
  10. rildo dos reis costa23 de abril de 2012 08:13

    Marivone, fui admitido em novembro de 1988, gostaria de saber a respeito da anistia, vou ter meu emprego de volta também, ou a anistia tem tempo certo pra garantir o direito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rildo vou me informar junto a Diretoria da ARC e comunico a você. Um grane abraço
      Marivone

      Excluir
    2. Rildo favor ligar parar (62) 3225-3260 e 3223-5474 e fale com a Mariângela que ela poderá lhe dar maiores informações a respeito de seus direitos. Abraços
      Marivone

      Excluir
  11. Orlando Borsatto Junior23 de abril de 2012 14:03

    Em momento algum quis por em duvidas a luta do Alencar e da Arc. Depositei meu voto para o Alencar e não me arrependo. Você sabe quais pessoas estou me referindo. Estou a sua disposição no meu Email borsattojr@hotmail.com. Vc tem celular VIVO? Mande ele p/ o meu Email. Só um lembrete: Nossa anistia foi aprovada por unanimidade.

    ResponderExcluir
  12. Junior...Só tenho cell Claro e Tim. Abraços

    Marivone

    ResponderExcluir
  13. Marivone, acredito que todos ficaram felizes por estar fazendo justiça diante da injustiça, sabemos que todo procedimento e lento e exige cautela. Acredito que se dependesse de vcs tudo ja estava consolidado, não sei se a pergunta e prematura, se puder me responder agradeço, como será esse processo de retorno, e se tem previsão de data?
    obrigada.
    Dilamar

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

27 ANOS APÓS MASSACRE POLÍTICO

3ª ETAPA - EM RUMO AOS RESGATES DEVIDOS !

Estamos de volta !!!!